RELAÇÃO DE INDIVIDUALIZAÇÃO DE ÁGUA E ECONOMIA

Publicado por Emilio Martins em

images 7Em destaque está semana temos a boa notícia que o sistema Cantareira passou a ser novamente o principal fornecedor de água para a região metropolitana de São Paulo, que não estava cumprindo este papel desde março de 2014.

Mesmo com o grande volume de chuvas observados neste mês, está fornecendo água para menos pessoas que antes da estiagem que começou em dezembro de 2013.

Contribuindo com a economia de água, além da contribuição de 77% da população de São Paulo que manteve a economia de água no mesmo porcentual de gasto do mês anterior.

Uma pequena participação desta economia de água se deve aos condomínios já individualizados, como já disposto no blog: www.agua4u.marsaneng.com.br, que a economia de água após a individualização pode chegar a 30%, com a conscientização do uso racional da água.

Como a individualização de água que consiste na instalação de um hidrómetro para casa unidade residencial/comercial com uma tubulação única que abastece toda unidade residencial/comercial, o consumo de água consumida é o real consumo por unidade habitacional/comercial.

Com o Proacqua que segue as normas da Sabesp NTS 277/98 e NTS 279/98 além de outras normas da ABNT, se mantendo a pressão e vazão mínima de norma antes da instalação do novo sistema. Estás verificações e dimensionamentos se devem a execução de projeto modificativo do projeto original de hidráulica com a execução de adaptação hidráulica e cálculos de acordo com a norma para determinação de vazão nos pontos críticos e pressões mínimas de norma (NBR 5626/98).

Os condomínios que instalam a individualização de água o custo fica muito menor tendo apenas o custo de água da área comum e as contas das unidades habitacionais/comerciais passando a individuais ficando a cargo de cada proprietário que será tarifado diretamente pela Sabesp.

Na individualização de água pelo Proacqua/Sabesp a conta de água fica a cargo da Sabesp, bem como o corte e religação da água no caso de inadimplência, não onerando mais o condomínio com a falta de pagamento do fornecimento de água para a unidade habitacional/comercial.

Categorias: Noticias

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.